Saiba como e calculada a taxa de juros equivalente Saiba como é calculada a taxa de juros equivalente

Saiba como é calculada a taxa de juros equivalente

Você sabe como é calculada a taxa de juros equivalente? Elas são taxas aplicadas em um mesmo capital ao um mesmo tempo e fazem a produção de montantes iguais. 

A taxa de juros equivalente precisa ser analisada com bastante atenção e em alguns financiamentos a longo prazo os investidores ficam informados sobre as taxas mensais de juros, porém, não são informados sobre a taxa anual ou a que foi acordada para o período que foi estabelecido.

Neste conteúdo você vai ver como é calculada a taxa de juros equivalente. Continue lendo para conferir!

O que é taxa de juros equivalente?

A taxa de juros equivalente produz um resultado igual em um mesmo período, mas isso ocorre quando se é aplicado sobre o mesmo valor. Os recursos são usados pelo fato das taxas do mercado financeiro serem mostradas em diferentes períodos.

Um exemplo disso é que quando se faz um pedido de crédito ou empréstimo, é bastante comum que a taxa seja expressa mensalmente. Porém, as taxas anuais são algo que quem fez o empréstimo pode querer saber.

Desse modo, a taxa de juros equivalente pode ser utilizada para que uma conversão seja realizada. Assim, as taxas podem produzir um resultado equivalente para ser aplicada a um mesmo período.

É necessário ressaltar que ela pode ser aplicada apenas a taxas que se encaixam no regime de juros compostos. Ainda neste conteúdo você vai entender mais sobre taxas de juros equivalentes. 

Como é calculada a taxa de juros equivalente?

Um método para calcular uma taxa de juros equivalente utilizando é calcular [(1+ taxa) e elevar pelo prazo – 1], em seguida multiplicar por 100. Porém, é possível fazer um cálculo de maneira mais facilitada pela internet. 

Para isso, você pode utilizar a calculadora de taxas de juros equivalentes, para isso basta informar a taxa que será convertida, o período que a taxa será inserida e preencher o tempo para o qual quer converter a taxa. É necessário ressaltar que o número do período seja expresso com o valor igual ao do intervalo.

Um exemplo simples é que caso queira fazer a conversão de uma taxa expressa em termos bimestrais para uma taxa semestral, é possível fazer uma representação do bimestre com dois meses e do semestres com seis para que o cálculo seja realizado.

O semestre também pode ser expresso por três meses, sendo usado apenas um para realizar o cálculo.

Qual é a diferença entre taxa de juros simples e taxa de juros composta?

No caso dos juros simples, o cálculo deles é realizado com todo o valor de uma operação e geralmente as transações são diárias. Em relação aos juros compostos, eles também são conhecidos como juros sobre juros e calculados sobre um valor inteiro de uma operação somado ao valor dos juros simples.

Quais são os fatores que afetam a taxa de juros equivalente?

A curva que expressa a expectativa de juros de um emissor equivalente para intervalos de tempo, é a curva de juros.

Os reflexos de um risco que o mercado financeiro teme para o futuro que se relaciona com o nosso cenário econômico para os anos que estão por vir são as taxas de juros. É possível afirmar que as taxas e prazos curtos mostram que as expectativas diretamente ligadas à política, e são conectadas também ao risco fiscal.

Existe alguma maneira de minimizar ou evitar a taxa de juros equivalente?

A melhor maneira para minimizar ou evitar as taxas de juros é realizando os pagamentos das mensalidades em dia para que o valor seja cada vez mais diminuído. Dessa maneira, é possível quitar a dívida até mais rápido que o esperado.

Ao fazer qualquer transação que envolva juros, pesquise bastante e entenda como isso irá se refletir em seu bolso ou investimento. Assim não terá surpresas desagradáveis e poderá usar os fatores que influenciam a economia a seu favor.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *