Porto seguro ações: vale a pena investir na Porto Seguro?

0 46

A Bolsa tem se recuperado fortemente do impacto sofrido no início do ano, mas no longo prazo, algumas ações ainda apresentam boas oportunidades de compra para formar carteiras de investidores.

Mas a Porto Seguro é uma dessas empresas?

Vale a pena investir em Porto Seguro?

As ações PSSA3 da Porto Seguro podem ser interessantes para carteiras de investimento de longo prazo. Para saber mais, leia o texto completo.

O que é a Porto Seguro

A Porto Seguro é uma empresa financeira com foco em seguros de bens e automóveis.

Também se aplica a produtos financeiros, outras linhas e serviços de produtos de seguros.

No segmento de seguros de automóveis, a Porto Seguro detém 27% do mercado.

Em seguros de bens, ocupa 10% do mercado.

Em termos de seguros saúde e odontológico, detêm uma quota de mercado de 3%.

Também ocupa 2,5% do mercado de seguros de vida.

A Porto Seguro foi fundada em 1945 e originalmente pertencia ao Bradesco.

Após alguma expansão, a empresa foi adquirida pela Abrahão Garfinkel em 1972.

Entre os anos 1970 e 2000, a Porto Seguro expandiu sua lista de negócios.

Criou vida, previdência, seguro saúde, além de consórcios e financiamentos.

Em 2003, a empresa adquiriu a AXA Seguros, que passou a se chamar Azul Seguros.

Em 2004, a Porto Seguro fez um IPO na bolsa de valores.

Em 2013, foi criada a Porto Seguro Conecta, uma operadora móvel com rede virtual. Em 2014, a Porto Seguro Cards lançou o cartão de crédito Porto Seguro Mastercard Black.

Em 2015, a Oxigênio Aceleradora foi criada para incentivar o start-up. Em 2019, o controle da Porto Seguro é de 71% da Psiupar e 29% do free float.

57% da Psiupar é controlada pela família Garfinkel e 43% é controlada pelo Itaú Unibanco.

A Porto Seguro está listada no B3 do segmento do Novo Mercado e possui o mais alto grau de governança corporativa.

Possui apenas ações ordinárias (PSSA3) e também está presente em alguns mercados (PSSA3F).

Estrutura Societária Porto Seguro (PSSA3)

Ações da Porto Seguros na Bolsa de Valores

A Porto Seguros está listada no Novo Mercado da Bolsa de Valores, que é o mais alto nível de governança corporativa do mercado brasileiro.

Para fazer parte deste segmento de mercado, a Porto Seguros comprometeu-se voluntariamente a tomar várias medidas básicas para as empresas do novo segmento de mercado, nomeadamente:

A obrigação de divulgar os resultados das demonstrações financeiras preparadas de acordo com os Princípios Contábeis Geralmente Aceitos dos EUA ou Normas Internacionais de Relatórios Financeiros;

100% das ações ordinárias marcadas;

No mínimo 25% do free float;

Através do tribunal arbitral do mercado.

Quais ações a Porto Seguro possui?

A Porto Seguro possui apenas ações ordinárias negociadas em bolsa de valores sob o código (PSSA3).

As ações ordinárias da Porto Seguro concedem aos titulares o direito de voto nas assembleias portanto, os acionistas têm o direito de participar das decisões da empresa.

Além disso, aqueles que investem na PSSA3 também têm direito à distribuição da receita da empresa na forma de capital ou dividendos.

Análise Fundamentalista da Porto Seguro (PSSA3)

Se você está pensando em comprar ações da Porto Seguro, a análise dos fundamentos da empresa é muito importante.

Analisar os dados financeiros de uma empresa é fundamental para determinar se seu estoque é uma boa escolha de investimento.

Os indicadores usados ​​na análise fundamentalista podem variar dependendo do setor e das premissas que cada analista irá adotar.

Preço / Lucro – P/L

P / L representa o resultado da divisão do preço atual das ações pelo lucro por ação e é um dos indicadores mais comumente usados ​​na análise fundamental de ações.

Esse indicador mostra quanto os investidores estão dispostos a pagar por cada real de lucro gerado pela empresa.

Portanto, quanto menor for a relação P / L de uma ação, mais atraente será seu preço.

Dessa forma, o investidor pode comprar o preço relativo de determinadas ações, ou seja, definir qual é mais “cara” ou “mais barata”.

Veja a fórmula para calcular o P/L:

  • P/L = Cotação da Ação / Lucro Por Ação

Sendo que:

  • Lucro por ação (LPA) = lucro total / número de ações emitidas pela empresa

Preço / Valor Patrimonial Ajustado (P/VPA)

O P / VPA é um indicador que mostra quanto os investidores estão dispostos a pagar por cada real dos ativos de uma empresa.

A fórmula para calcular P / VPA é a seguinte: P / VPA = preço da ação / valor do ativo tangível (por ação).

Em suma, um P / VPA abaixo de 1,5 pode ser considerado um bom sinal da atratividade de um determinado estoque.

Dividend Yield % (DY)

DY é um indicador que mede a relação entre o dividendo pago por uma ação e seu valor de mercado.

Quanto maior for DY%, maior será o valor do dividendo em relação ao preço das ações.

Como esse indicador mede a relação entre os dividendos distribuídos no passado e o valor de mercado de uma empresa, as flutuações no valor das ações o afetam diretamente.

Nesse sentido, é preciso ter cuidado para evitar distorções.

Uma empresa cujo preço das ações caiu drasticamente pode ter um DY% relativamente alto. O inverso pode acontecer.

Payout%

As despesas são expressas como um percentual e representam a parcela do lucro líquido da empresa distribuída aos acionistas.

Este indicador é muito importante para investidores que focam em dividendos.

Valor de Mercado

O valor de mercado mede o valor da empresa com base no preço atual das ações da empresa.

Portanto, para determinar o valor de mercado de uma empresa, basta multiplicar o preço de suas ações pelo número total de ações em circulação.

Lucro por Ação (LPA)

O lucro por ação mede a relação entre o lucro líquido da empresa e o número de ações emitidas pela empresa.

Desta forma, este indicador representa a parte do lucro equivalente a cada unidade de ação.

É importante lembrar que esses indicadores não devem ser avaliados individualmente, mas em conjunto.

Assim, será possível obter um quadro mais completo e verdadeiro da situação da empresa.

Retorno Sobre Capital Social (ROE)

O ROE, também conhecido como retorno sobre o patrimônio, é um indicador que mostra a porcentagem do retorno de uma empresa sobre os fundos dos acionistas.

Veja a fórmula para calcular o ROE: ROE = lucro líquido / patrimônio líquido Ou seja, o ROE mostra o retorno da empresa aos acionistas para cada R $ 1 investido pelos acionistas.

Portanto, os investidores podem medir a lucratividade de uma empresa com base nesse indicador e comparar diferentes empresas do mesmo setor.

É comum encontrar um ROE mais alto para uma empresa em crescimento, e uma empresa mais estável pode ter um ROE mais baixo.

Margem bruta %

Esse indicador representa a relação entre o lucro bruto da empresa e o lucro líquido dos últimos 12 meses.

Ou seja, a margem de lucro líquido mede a lucratividade do negócio, ou seja, o lucro que uma empresa obtém a cada venda.

Nesse sentido, quanto maior a margem de lucro de uma empresa, maior a rentabilidade de suas vendas.

Margem Líquida %

A margem de lucro líquido costuma ser confundida com a margem de lucro bruto, mas você precisa saber que as métricas são diferentes.

Embora a margem de lucro bruto mede a lucratividade das vendas, a margem de lucro líquido é o resultado da divisão do lucro líquido pelo lucro líquido e representa o valor que resta aos acionistas após a venda do produto.

Em outras palavras, a margem de lucro bruto representa a lucratividade das vendas, enquanto o lucro líquido representa a lucratividade geral do negócio dos acionistas, parceiros ou fundos de investimento.

Dívida Líquida / Patrimônio Líquido %

Esse é um indicador do nível de alavancagem da empresa, ou seja, quanto menor o nível, mais saudável é o negócio.

A dívida líquida representa o valor total de empréstimos e financiamentos menos o caixa e equivalentes de caixa da empresa.

Por outro lado, o patrimônio líquido representa o total de ativos e direitos de propriedade da empresa, incluindo dinheiro em caixa e imóveis, menos todas as dívidas e dívidas a pagar.

Liquidez Corrente

Este indicador é o resultado da divisão do ativo circulante pelo passivo circulante. A liquidez corrente nos mostra quanto uma empresa deve receber no curto prazo em relação a cada unidade monetária que deve no mesmo período.

Como ganhar dinheiro com as ações da Porto Seguro

Se você está pensando em comprar ações da Porto Seguro, pode querer saber:

Como ganhar dinheiro com ações da Porto Seguro?

Bem, a resposta a essa pergunta vai depender do seu perfil e da estratégia que você vai usar em suas operações.

Ao investir em ações da empresa,

você pode ganhar dinheiro basicamente de cinco maneiras,

A saber:

Valorização do capital

Dividendos

Juros de capital

bônus

Direitos de assinatura

Valorização de Capital

A valorização do capital é a forma mais conhecida de os investidores ganharem dinheiro com ações na bolsa de valores.

Nesse caso, o lucro advém da diferença entre o preço de compra e o preço de venda do ativo. A ideia é comprar o mais barato possível e vender quando o preço das ações subir.

O período de tempo entre a compra e a venda de ativos dependerá da estratégia de cada investidor, podendo ocorrer no mesmo dia (negociação intradiária), dias ou semanas (negociação oscilante) ou em nenhum período de tempo especificado (negociação de posição).

Dividendos

Os dividendos representam parte dos lucros da empresa distribuídos aos acionistas a título de remuneração.

De acordo com a lei, uma companhia aberta deve distribuir pelo menos 25% de seu lucro líquido aos acionistas.

No entanto, o valor que a empresa distribuirá depende muito da sua situação financeira, incluindo algumas empresas que pagam dividendos superiores ao mínimo exigido.

Por outro lado, em alguns casos, a empresa pode optar por utilizar os recursos repassados ​​aos acionistas para quitar dívidas, investir em projetos de expansão e assim por diante.

Juros Sobre Capital Próprio

Outra forma de ganhar dinheiro com ações é auferindo juros sobre o capital próprio.

Embora não seja obrigatório, muitas empresas utilizam o método de distribuição de capital aos acionistas.

O princípio de funcionamento do JCP é muito semelhante aos dividendos.

A principal diferença entre os dois é a tributação.

Os dividendos estão isentos de imposto de renda, enquanto os juros sobre o capital são tributados à alíquota de 15%.

Para as empresas, a distribuição do JCP pode ser vantajosa, pois traz benefícios contábeis e fiscais.

Isso porque o valor alocado aos investidores na forma de participações societárias é utilizado como contabilidade de custos, reduzindo assim o valor do imposto de renda a pagar.

Bonificação

Os dividendos, também conhecidos como bônus de subscrição, são os direitos que uma empresa dá aos acionistas para comprar novas ações da empresa.

O bônus é distribuído na proporção da quantidade de ações de cada investidor.

De modo geral, a empresa paga dividendos quando o capital social da empresa aumenta, de forma que os acionistas podem manter o mesmo índice de capital de antes da emissão de novas ações.

A principal característica do dividendo de subscrição de acionista é a possibilidade de adquirir novas ações a um preço mais favorável do que o preço de mercado no momento da emissão inicial.

Além disso, se os acionistas não quiserem exercer seus direitos, eles podem negociar seus dividendos no mercado secundário de forma semelhante à negociação de ações.

Vale a Pena Investir em Porto Seguro?

Agora que chegamos ao final do artigo, vamos responder a esta pergunta:

Vale a pena investir na Porto Seguro (PSSA3)?

De acordo com os fundamentos históricos da empresa, devido à pandemia Covid-19 que causa instabilidade no mercado, as recomendações para Porto Seguro (PSSA3) são neutras no curto prazo.

Porém, se o seu investimento é de longo prazo, ter ações da Porto Seguro em seu portfólio pode ser interessante.

A empresa possui alta qualidade, o que muitas vezes reflete seus resultados ao longo dos anos.

No entanto, para uma análise mais decisiva do investimento em ações do PSSA3, é importante avaliar outros fatores que não podem ser medidos numericamente, como:

Qualidade de gestão Vantagens competitivas;

Fatores de risco.

Além disso, antes de comprar ações, certifique-se de que esse tipo de investimento é adequado ao seu tipo de investidor.

Embora seja a melhor oportunidade de ganhar dinheiro, o risco de investir em ações também é maior.

Portanto, ao investir seus fundos em ações nas bolsas de valores, você precisa se certificar de que está preparado para tais investimentos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.