o que e o credito rotativo e como funciona

O que é o crédito rotativo e como funciona?

É comum que muitas pessoas recorram ao crédito rotativo nis meses em que o orçamento fica mais apertado. Sabemos que manter uma boa saúde financeira não é fácil atualmente e, diante de qualquer imprevisto, por mínimo que seja, todo o planejamento do mês pode ser prejudicado. 

Assim, em busca de uma solução rápida para sair do aperto, algumas pessoas recorrem ao crédito rotativo. Mas não se engane, por mais que pareça atrativo, essa modalidade possui muitos riscos. 

Acompanhe o post, onde mostraremos o que é e explicaremos como funciona o crédito rotativo, além de lhe mostrar quais são suas vantagens e seus riscos. Confira! 

O que é crédito rotativo?

É uma modalidade de crédito disponibilizada para consumidores que não tem condições de efetuar o pagamento total de uma fatura. Podemos citar como exemplo o pagamento mínimo da fatura do cartão de crédito.

Dessa forma, podemos dizer que o crédito rotativo é exclusivo para situações onde o pagamento efetuado é menor que a quantia total da fatura. Assim, a diferença do valor total da dívida, para o que foi pago, é encarado como uma forma de empréstimo, que assim como em qualquer outra modalidade, deve ser pago com juros. 

Como funciona o crédito rotativo?

O consumidor só pode usar o crédito rotativo por 30 dias, portanto, caso seja feito o pagamento mínimo de uma fatura, no mês seguinte deve ser pago o valor total, não sendo possível usar o crédito rotativo por 2 meses seguidos. 

Essa medida foi tomada a fim de evitar o super endividamento do consumidor, ao impedir que a dívida cresça e chegue a um ponto que o consumidor não possa encontrar formas de pagar. 

Em resumo, o cliente usa o crédito rotativo através do pagamento mínimo. Esse valor será cobrado já na próxima fatura, com uma taxa de juros. Se no mês seguinte novamente o consumidor não tiver condições de pagar a fatura total, o banco é obrigado a transferir a dívida pro crédito parcelado, que possui menores taxas de juros. 

Quais são as vantagens do crédito rotativo?

A maior vantagem do crédito rotativo é poder efetuar o pagamento mínimo de uma fatura em um mês que o consumidor não tenha condições de pagar o valor total. Dessa forma, é possível evitar que o seu nome seja negativado, deixando para pagar a outra parte da dívida no próximo mês. Mas claro que existe um risco para isso, vamos ver qual é. 

Existe algum risco associado ao crédito rotativo?

O maior risco do crédito rotativo são as altíssimas taxas de juros, uma das mais altas do mercado, com média de 13% aos mês. Portanto, em vez de ajudar, o crédito rotativo pode te deixar ainda mais endividado. 

Por exemplo, digamos que a sua fatura seja de R$500 e você efetua o pagamento mínimo no valor de R$150. No próximo mês, em vez de pagar apenas R$500, terá uma fatura de quase R$1.000 em mãos. 

Por conta disso, o crédito rotativo é responsável pelo endividamento de milhões de brasileiros. Por isso, o ideal é evitar ao máximo recorrer a ele, uma vez que pode haver outras opções de crédito com juros mais baixos para resolver sua situação financeira. 

Mas se tiver controle dos seus gastos e fazer um bom planejamento é possível arcar com suas dívidas sem precisar recorrer a nenhuma modalidade de crédito extra. Então, só use o crédito rotativo em casos de urgência, quando essa modalidade for a única opção!  


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *