O Programa Auxílio Brasil vai atender cadastrados no CadÚnico

O novo programa social do Governo Federal busca fazer o atendimento para todas as famílias cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico) para o oferecimento de seus benefícios.

3 980

Quais são os benefícios para quem está cadastrado no CadÚnico?

Os benefícios oferecidos para as pessoas cadastradas no Cadastro Único são de programas sociais do Governo Federal como:

  • Água para todos;
  • Aposentadoria para a Pessoa de Baixa Renda;
  • Auxílio Emergencial;
  • Bolsa Estiagem;
  • Bolsa Família;
  • Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental;
  • Carta Social;
  • Carteira do Idoso;
  • Casa Verde e Amarela;
  • Crédito Instalação;
  • Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • Isenção de Taxas em Concursos Públicos;
  • Passe Livre para pessoas com deficiência;
  • Pro Jovem Adolescente;
  • Programa Brasil Alfabetizado;
  • Programa Brasil Carinhoso;
  • Programa de Cisternas;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI​;
  • Programa Nacional de Crédito Fundiário;
  • Programa Nacional de Reforma Agrária;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Telefone Popular.

Esses são os programas sociais oferecidos pelo Governo Federal como benefícios para as famílias de baixa renda, assim como as famílias indígenas e as quilombolas, cadastradas no CadÚnico.

Quem tem o direito a esses benefícios do Auxílio Brasil?

Quem tem direito a série de benefícios do Auxílio Brasil são as famílas de baixa renda e também as famílias indígenas e as quilombolas, que contam com a atualização de cadastro do CadÚnico.

Como se inscrever no CadÚnico?

Para fazer a inscrição do Cadastro Único, é necessário que a pessoa responsável da família, nesse caso, seja preferencialmente uma mulher maior de 16 anos com CPF ou Título de Eleitor, faça o encaminhamento para um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou em um posto de atendimento do CadÚnico ou do Bolsa Família com os seguintes documentos de cada um dos membros de sua família:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI), somente em caso de o responsável da família se apresentar como uma pessoa indígena.

Não é necessário a apresentação do CPF ou do Título de Eleitor dos responsáveis das famílias indígenas ou das quilombolas em caso de não terem os documentos, mas é recomendado que seja apresentado um documento de identificação.

Além disso, as pessoas que não tenham uma documentação e nem mesmo um registro civil estão no direito de se inscreverem no CadÚnico, mas elas não terão o acesso aos programas sociais do Governo Federal até o momento da apresentação da documentação necessária para isso.

Como fazer atualização cadastral do CadÚnico?

Para fazer a atualização cadastral do Cadastro Único, é necessário que um dos membros da família faça o encaminhamento para um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou em um posto de atendimento do CadÚnico ou do Bolsa Família. 

Recomenda-se que seja feita a atualização cadastral do Cadastro Único sempre em caso de mudança de endereço, estado civil, telefone, renda mensal e até mesmo em relação a eventos de nascimento, adoção e falecimento na família.

Para que as famílias de baixa renda, assim como as famílias indígenas e as quilombolas tenham acesso aos programas sociais do Governo Federal como, por exemplo, do Auxílio Brasil, é necessário que elas façam agora mesmo os seus cadastros no CadÚnico e tenham os seus direitos garantidos aos benefícios.

3 Comentários
  1. […] famílias aguardam ansiosas pela chegada do Auxílio Brasil no mês de novembro, uma vez que o Auxílio Emergencial chegará ao fim no dia 31 de outubro de […]

  2. Estefânia Diz

    Como e a onde eu Fasso esse auxílio brasil

  3. […] O Programa Auxílio Brasil vai atender cadastrados no… […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.