ESTRATÉGIAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM

0 140

Estratégias de ensino são técnicas utilizadas por professores para ajudar os alunos a construir conhecimento. Essas técnicas são essenciais para extrair o melhor desempenho dos alunos, ajudando-os a obter e reter o conteúdo ministrado.

TÉCNICAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM

Uma vez que a qualidade do ensino está relacionada com a aprendizagem dos alunos, a tecnologia de ensino é muito importante para alcançar essa qualidade. Portanto, essas estratégias devem ser cuidadosamente consideradas pelos professores, não só eles devem ter muito cuidado ao planejar, mas também devem ter muito cuidado ao implementar essas ideias. Uma vez que a qualidade do ensino está relacionada com a aprendizagem dos alunos, a tecnologia de ensino é muito importante para alcançar essa qualidade.

Portanto, essas estratégias devem ser cuidadosamente consideradas pelos professores, não só eles devem ter muito cuidado ao planejar, mas também devem ter muito cuidado ao implementar essas ideias.

Ao escolher uma estratégia de ensino, devemos analisar se ela é realmente adequada para o conteúdo e se pode afetar positivamente a maioria dos alunos em sala de aula. Devemos também considerar a idade dos alunos e sua série.

Por exemplo, isso significa que as estratégias apropriadas para o ensino fundamental nem sempre são adequadas para o ensino médio. Não podemos esquecer que, para adotar estratégias de ensino, é importante conhecer os alunos e suas características. Neste caso, deve ser realizada uma avaliação diagnóstica, que visa analisar o conhecimento prévio do aluno antes de iniciar qualquer atividade. Por exemplo, se um aluno não tem nenhum conhecimento de um determinado assunto, não podemos pedir-lhe que consiga resolver problemas naquele assunto.

ESTRATÉGIAS NO ENSINO FUNDAMENTAL

Ao escolher uma estratégia de ensino, devemos analisar se ela é realmente adequada para o conteúdo e se pode afetar positivamente a maioria dos alunos em sala de aula. Devemos também considerar a idade dos alunos e sua série. Por exemplo, isso significa que as estratégias apropriadas para o ensino fundamental nem sempre são adequadas para o ensino médio. Não podemos esquecer que, para adotar estratégias de ensino, é importante conhecer os alunos e suas características. Neste caso, deve ser realizada uma avaliação diagnóstica, que visa analisar os conhecimentos prévios do aluno antes de iniciar qualquer atividade. Por exemplo, se um aluno não tem nenhum conhecimento de um determinado assunto, não podemos pedir-lhe que seja capaz de resolver problemas naquele assunto.

EXEMPLOS DE ESTRATÉGIAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM

Existem diferentes estratégias de ensino e aprendizagem, que devem ser adotadas de acordo com a situação real de cada sala de aula. Não devemos esquecer que muitas estratégias podem ser eficazes para algumas disciplinas, mas não lucrativas para outras. Portanto, os professores devem ter muito cuidado ao usar a tecnologia.

Aula de explicação e diálogo: O professor explica o seu conteúdo de forma a garantir a participação ativa dos alunos. Nessa estratégia, os alunos são questionados e estimulados a discutir temas das aulas, como, por exemplo, citar casos vivenciados.

Estudo de caso: professores e alunos analisam cuidadosamente a situação real e tentam encontrar soluções para os problemas levantados.

Aula prática: Deixe os alunos imaginarem estruturas e fenômenos conhecidos, geralmente apenas na teoria. Portanto, esses cursos são uma forma de vivenciar o conhecimento teórico.

Cursos divertidos: incluindo o uso de jogos e jogos para reparar conteúdo. Nestes cursos, existem momentos de descontração e alegria que podem aliviar as tensões e favorecer a aprendizagem.

Seminário: Os alunos são divididos em grupos e devem apresentar trabalhos sobre um tema. Nesse caso, o professor é responsável por orientar como realizar pesquisas e organizar o ambiente escolar para os seminários.

Júri simulado: simule um julgamento em que pediremos aos alunos que defendam e processem casos específicos. O professor deve escolher um aluno para ser o juiz, outro aluno para ser o notário e a pessoa que será o juiz.

Grupo de fala e observação: A sala está dividida em dois grupos: fala e observação. O grupo de apresentação oral é responsável por apresentar suas ideias e tópicos de discussão, enquanto o grupo de observação é responsável por analisar e registrar o que é dito. Por fim, o grupo de observação pode contribuir com o tema.

Phillips 66 Dica: Isso envolve a divisão da sala em grupos de seis alunos que terão uma discussão de 6 minutos sobre um tópico. Ao final deste período, os alunos devem ter concluído a síntese do tema ou ter encontrado uma solução para o problema.

Brainstorming: o professor apresenta uma palavra ou pergunta relacionada ao conteúdo e pede aos alunos que expressem uma palavra ou ideia sobre o conteúdo proposto. O professor pode então escrever essas palavras no quadro negro e conectá-las ao conteúdo.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DMCA.com Protection Status