Estratégia empresarial: como garantir a vantagem competitiva do seu negócio?

1 46

Você sabe porque as estratégias de negócios falham? De acordo com esta pesquisa, 67% das estratégias de negócios falham devido à má execução. Em uma inspeção mais detalhada, aprendemos que a “execução ruim” pode consistir em vários fatores, tais como: os funcionários têm pouco ou nenhum entendimento de estratégia (a pesquisa mostra que apenas 5% dos funcionários entendem totalmente a estratégia de sua empresa); raramente obtém posicionamento estratégico. Para ajudá-lo a resolver essas e outras questões relacionadas à estratégia de negócios, preparamos este artigo. Você vai entender esse conceito, ver algumas técnicas práticas de implementação e 3 recompensas para tornar sua gestão estratégica mais eficiente!

Porque a estratégia empresarial é fundamental para o seu negócio?

A estratégia de negócios é muito importante, pois pode garantir a estabilidade e o foco da empresa mesmo em condições adversas como crise, competição acirrada e até volatilidade do mercado. A estratégia de negócios pode garantir processos organizacionais direcionados e decisivos. O impacto de um processo bem elaborado se reflete em todas as áreas do negócio: da diretoria à equipe de vendas.

Como elaborar uma boa estratégia empresarial?

A definição da estratégia de negócios é baseada em uma ferramenta familiar a quem acompanha o blog do IEV: o planejamento estratégico. O planejamento deve ser o ponto de partida da estratégia de design. Isso porque o documento contém todos os desafios e objetivos da empresa no curto, médio e longo prazo.

Com base nessas diretrizes, estratégias podem ser projetadas para ajudar a atingir os objetivos. Usando metáforas, podemos dizer que objetivos e metas são objetivos. O planejamento estratégico é o arco e a estratégia corporativa é a flecha. Aqui estão as 5 etapas básicas para entender como desenvolver uma boa estratégia de negociação.

Avalie o cenário

Todo bom desenho de estratégia de negócios começa com a avaliação do cenário. Sim, o planejamento estratégico é um ponto de partida ideal, mas não deve ser usado às cegas. Combinar a documentação com a análise contextual é essencial. Isso garante que a estratégia seja atual e realista.

Trace metas SMART

A partir daí, é hora de começar a concretizar a estratégia de negócios. Nossa recomendação é traduzi-lo em metas SMART – específicas, mensuráveis, realistas e baseadas em prazos. Desta forma, fica mais fácil entender quais tarefas estão no âmbito estratégico e quais são suas prioridades. Na verdade, compartilhar um objetivo claro com todos é um dos segredos importantes para o crescimento saudável da empresa. Isso por o conhecimento ser a força motriz da motivação. Após compreender seus objetivos, os funcionários se sentirão guiados e desafiados, e estarão mais dispostos a trabalhar duro para atingir seus objetivos. Existem até pesquisas que comprovam que existe uma relação estreita entre motivação e produtividade. Por exemplo, esta matéria da revista Varejo Brasil aponta que colaboradores motivados tendem a aumentar sua produtividade em 50%!

Desenhe um plano de ação realista

Além de objetivos claros, é importante que toda a equipe conheça a melhor forma de concretizar a estratégia empresarial formulada. Uma boa forma de mapear esses caminhos é desenvolver um plano de ação. O plano pode incluir uma lista de atividades básicas, tarefas atribuídas a cada pessoa relevante ou procedimentos de rotina que podem ser seguidos para aproximar a empresa das metas estabelecidas. Além de ajudar a orientar a equipe, um plano de ação também é uma forma de auxiliar na condução da equipe de gestão.

 Implante a estratégia

Com um plano de ação estabelecido, é hora de implementá-lo! Nossa sugestão é deixar esse processo prosseguir com calma e envolver muitas pessoas. Afinal, estamos falando de um processo que levará ao sucesso empresarial. Para isso, ele precisa ser ativado com cuidado. Portanto, teste cada etapa, colete feedback sobre quaisquer dificuldades e sugestões de melhoria de vendedores e outros membros da equipe, e assim por diante. Lembre-se, embora as ações da empresa sejam orientadas pela estratégia de negócios, ela não deve ser colocada em um modelo de gesso. Na verdade, a flexibilidade é essencial para o sucesso de um negócio. É importante saber absorver tendências internas e externas e ajustar os procedimentos de acordo com o processo.

Acompanhe os resultados

Sem bons padrões de medição, nenhuma estratégia de negócios pode ser considerada bem-sucedida. Portanto, volte a alguns lugares e analise a primeira etapa desta lista. A análise contextual é uma boa oportunidade para explorar e listar alguns indicadores que podem orientar a medição de resultados estratégicos. Lembre-se também de configurar ciclos de revisão e revisão. Afinal, o progresso ou as necessidades de melhoria só podem ser percebidos com a ajuda de duas variáveis: metas e comparações.

1 comentário
  1. […] estratégicas que funcionam bem em uma organização nem sempre alcançam bons resultados em outra organização, portanto, ações específicas precisam ser formuladas para cada tipo de negócio. Se você deseja […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

DMCA.com Protection Status