Desemprego tem queda no segundo semestre

A taxa de desemprego caiu, mas ainda não é o momento de se comemorar;

0 7

Comparado com o primeiro trimestre de 2021, o percentual de desempregados caiu de 14,2% para 14,1% em junho quando encerraram esse trimestre. O números podem ter mudado um pouco, porém ainda existem cerca de 14,4 milhões de desempregados no país e não há o que comemorar.

Esses dados foram feitos pela PNAD Contínua e divulgados pelo IBGE, na terça-feira (31). Para alguns analistas essa taxa de desocupação permanece alta e ainda torna a representar o maior nível histórico para o segundo trimestre.

Qual o motivo pelo desemprego no Brasil?

Um dos principais motivos é o fato da pandemia do coronavírus ter se iniciado e obrigado diversas pessoas a saírem de seus trabalhos, seja por demissão ou por todos os comércios terem sido fechados.

Alguns nem sempre estão capacitados para as áreas exigidas, no entanto, poderia ser mudado caso os profissionais que realizam as contratações fizessem o devido treinamento. 

Antes da pandemia se iniciar, esses números eram altos e se elevaram muito mais quando o vírus se espalhou pelo Brasil. As dificuldades para sair de casa foram um fator decisivo para chegar aos milhões de desempregados.

Comparações entre 2020 e 2021

Essa comparação realizada entre 2020 e 2021 mostra que os efeitos puderam ser sentidos rapidamente com a pandemia à todo vapor, de modo que muitas pessoas estivessem fora de seus trabalhos. 

Por um lado, os números de empregados no Brasil aumentaram para 1,8% no segundo trimestre, com cerca de 102 milhões de pessoas. Nessa comparação anual houve um crescimento de 6,3% durante quatro trimestres de diminuição nos negócios.

Por qual motivo não há oportunidades de emprego?

Ainda há muitas coisas a serem mudadas no campo de trabalho profissional, por parte dos empregadores principalmente uma vez que evitem pessoas sem experiência a fim de evitar treinamentos. As empresas exigem como pré-requisito ter experiência na função para chegar e assumir seu posto, sem precisarem explicar como funciona. 

Os jovens podem recorrer ao Jovem Aprendiz ou Menor Aprendiz para conseguir qualquer tipo de experiência.

Para ficar por dentro de todas as informações ligadas ao mundo das finanças, empregos e mais, basta acessar nosso site e conferir as atualizações! 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.