Clone WhatsApp: o que fazer, como solucionar e melhorar a segurança

0 15

O WhatsApp se tornou a versão completa da tentativa de fraude virtual. Só em 2020, o Brasil registrou mais de 5 milhões de contas clonadas do aplicativo. Os golpistas tomaram posse de informações pessoais e pediram dinheiro a contatos que se faziam passar por vítimas do clone.

Como saber se minha conta no WhatsApp foi clonada?

O WhatsApp possui algumas configurações para melhorar a segurança (como digitar uma senha e usar a biometria para desbloquear), mas a plataforma não é imune a tentativas fraudulentas.

Se alguém conseguir fazer login em sua conta de outro dispositivo, você não conseguirá acessar seu dispositivo. Isso já é um sinal de alerta de possível clonagem.

Se isso acontecer, ao abrir o aplicativo, você receberá a seguinte mensagem:

“Este telefone não pode ser verificado. Pode ser porque você registrou seu número de telefone no WhatsApp em outro dispositivo.” E pensar que alguém está usando sua conta na versão para computador do WhatsApp (web ou desktop), existe outra forma de verificar quais aparelhos estão conectados.

No Android:

Abra o aplicativo e toque nos três pontos na parte superior da tela;

selecione a opção “WhatsApp Web”;

verifique quais itens estão conectados, caso não reconheça, desconecte.

No iOS:

Clique em “Configurações” em sua conta do WhatsApp;

Vá até o item “Dispositivos conectados” e verifique se há conexões que você não reconhece;

Clique em cada item e selecione “Desconectar” conforme necessário.

Meu WhatsApp foi clonado: o que devo fazer?

Tente registrar novamente sua conta do WhatsApp em seu telefone agora (seu ou um dispositivo que você pode pedir emprestado de alguém de sua confiança) – siga as operações passo a passo detalhadas nas respostas às perguntas abaixo para permitir que seus conhecidos entendam você mais rapidamente Perdeu o acesso ao seu número – muitas pessoas fazem isso por meio da mídia social.

Dessa forma, você pode ajudar a evitar golpes subsequentes, por exemplo, usando seu nome para pedir dinheiro.

Como recuperar o WhatsApp clonado?

Insira o número de telefone associado ao seu perfil do WhatsApp no ​​seu dispositivo e aguarde o código de seis dígitos que o aplicativo enviará para o seu telefone via SMS. É um código de verificação usado para liberar o acesso à conta apenas para a pessoa que a possui.

Após inserir essa combinação, a conexão do criminoso será desconectada. Não compartilhe este código de registro do WhatsApp com outras pessoas. Se a confirmação em duas etapas estiver habilitada para sua conta, você também precisará inserir um PIN, uma senha de seis dígitos.

Se você não se lembra ou não sabe, deve esperar 7 dias antes de usar o serviço novamente, mas o infrator já estará sem formas de acessar a conta.

Fiz tudo isso, mas não consegui recuperar a minha conta. E agora?

Se você não conseguir reconectar o número ao aplicativo após a clonagem, entre em contato com o suporte do WhatsApp através do site oficial para explicar o que aconteceu.

Forneça as informações necessárias solicitadas na tela e selecione o dispositivo no qual você usa o WhatsApp.

Digite sua mensagem no campo desejado e clique em “Enviar Pergunta”.

Você também deve enviar um e-mail para support@whatsapp.com com a seguinte frase no assunto e no corpo: “Perdido / Roubado: Desative minha conta”.

Inclui também o seu número de telefone internacional: +55 (código do Brasil), o seu código de área e o seu número de telemóvel. Este processo pode demorar vários dias. Sua conta será desativada e você terá 30 dias para reativá-la.

O WhatsApp foi clonado e agora requer um PIN para se reconectar: ​​como resolver?

Isso acontece quando a verificação em duas etapas está ativada. Os criminosos podem ter feito isso após a clonagem, portanto, é necessário um PIN. Você precisa entrar em contato com o suporte do WhatsApp para tentar restaurar seus dados pessoais (siga as etapas acima).

Conversas antigas poderão ser acessadas?

O serviço WhatsApp é protegido por criptografia ponta a ponta e as mensagens são armazenadas no próprio telefone. Se você acessar a conta de um dispositivo diferente do seu, não poderá ler conversas antigas. Da mesma forma, é impossível saber se o golpista está conversando com alguém enquanto usa sua conta.

Como deixar o WhatsApp mais seguro?

Habilitar a confirmação em duas etapas criando uma senha adicional é uma maneira.

O código PIN é uma combinação de seis dígitos e é necessário para fazer login em um novo dispositivo. Mesmo que o criminoso tenha acesso ao código de autenticação do WhatsApp enviado via SMS, se ele não souber a nova senha, não poderá acessar seus dados pessoais.

Além disso, às vezes o WhatsApp pode solicitar que você insira seu código PIN para confirmar sua identidade ao usar o serviço.

Além de habilitar a confirmação em duas etapas, fique sempre alerta para mensagens e ligações estranhas que requeiram o envio do código de seis dígitos recebido por SMS. Os golpistas costumam ser muito persuasivos e usam várias desculpas, como: “Você ganhou o prêmio”, “Estou fazendo uma investigação sobre covid-19 para o Ministério da Saúde” e “Estamos na loja”. Ao usar este serviço em seu PC, tenha o cuidado de usar um código QR falso para acessar a página falsa de sua conta.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.