aluguel de acoes como funciona

Aluguel de ações: como funciona?

O mercado financeiro conta com diversas possibilidades. Mas você sabe o que é aluguel de ações? Talvez você não saiba, mas é possível realizar aluguel de ações do mesmo modo que acontece com um imóvel ou espaço, por exemplo. 

No caso de aluguel de imóvel é permitido que a pessoa more ao pagar uma taxa para o inquilino. Já no caso das ações um investidor pede emprestado uma ação que outro comprou para realizar um determinado investimento e assim que concluir, “devolve” ao dono junto de um pagamento de taxa.

Mas, o aluguel de ações não é muito conhecido ainda por investidores. Contudo, essa é uma operação que pode ser a melhor alternativa em alguns casos. Os donos podem ter um fluxo de renda com taxas do aluguel de ações e os locatários podem utilizar dessa modalidade como uma oportunidade de investimento.

Neste conteúdo, você vai ver como funciona o aluguel de ações, quais são os riscos envolvidos, quais as vantagens e muito mais, confira.

O que é Aluguel de ações?

O aluguel de ações também é conhecido como “empréstimos de ativos”, este é o termo técnico utilizado para essa modalidade de investimento. Nessa modalidade de operação, os investidores contam com papéis em carteira e os emprestam para outros investidores, sendo assim, uma cobrança de taxa de aluguel.

Os donos das ações normalmente fazem parte da categoria de investidores que focam no longo prazo. Ou seja, eles compram ações sem interesse em se desfazer delas em um curto período. Já os locatários que pegam as ações emprestado precisam delas por um período menor de tempo. Essa modalidade é mais utilizada para quem quer traçar uma estratégia específica no mercado financeiro.

Desse modo, o aluguel de ações funciona assim como a locação de imóvel. Utilizando essa analogia, é bem mais fácil entender como a modalidade funciona. Basicamente, quem possui um ativo “parado” pode disponibilizar para aluguel.

Optar pela alternativa do aluguel de ações é uma opção perfeita para quem ainda não tem intenção de vender as ações.

Como funciona o aluguel de ações?

O aluguel de ações funciona da maneira mais simples que imagina. Quem possui ações e deseja disponibilizar para aluguel precisa contratar um serviço na instituição bancária, distribuidora ou corretora e informar quais são as ações que pretende disponibilizar.

Com isso, a instituição financeira começa a atuar como um intermediário entre o doador do ativo e os tomadores do empréstimo. É a própria instituição que envia as ofertas para a bolsa e que realiza todos os negócios quando aparece alguém interessado no aluguel de ações.

Quais são os riscos envolvidos no aluguel de ações?

Existem alguns riscos no aluguel de ações. Um deles, por exemplo, é que eles são limitados para os doadores. Isso ocorre pelo fato de que o locatário pode não devolver as ações no período combinado, porém, algumas financeiras atuam em relação a isso. 

Para que realizam o aluguel de ações, o maior risco é o do mercado. Caso essas ações não tenham o resultado esperado ao fechar negócio, existem muitas chances de prejuízo e pode ser muito grande.

Quais as vantagens do aluguel de ações?

Para quem empresta as ações a maior vantagem é a rentabilidade na carteira das ações, além de ser uma maneira adicional de ganhar mais. Porém, quando o contrato estiver vigente em papéis, não é possível ter acesso a eles.

Por isso, caso surja uma oportunidade boa de venda, ela poderá ser vendida. Já a carteira, fica “bloqueada” por todo o período do contrato, a não ser que, possa ser previsto a reversibilidade de uma operação.

Assim, você conheceu o que é o aluguel de ações e como funciona, por isso, se pretende entrar no mundo dos investimentos, talvez essa seja uma alternativa para aumentar seus lucros, mas sempre analise todas as opções para não ter um grande prejuízo.


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *