Abordagem do número único: o que é esse tipo de orçamento?

Some aqui, divida ali, corte isto, acrescente aquilo … Algumas pessoas dizem que planejamento financeiro significa sentar algumas horas na frente de uma planilha, onde cada centavo que entra e sai da conta é estritamente calculado.

Essa definição não é errada para algumas pessoas, mas não importa como nos organizemos, sempre haverá despesas inesperadas ao longo da semana.

abordagem de processos Abordagem do número único: o que é esse tipo de orçamento?

O Método Um (ou “Método Um”) ajuda a organizar esse tipo de despesa.

Então você pode prever o imprevisível? mais ou menos.

Custos adicionais ocorrerão e podem ser caros no final do mês.

Um orçamento de um dígito sugere definir uma tolerância para gastos semanais em despesas variáveis ​​- de entrega de pizza a um pouco de manutenção da casa – sem afetar sua renda.

A proposta foi criada por Rachel Sanborn, chefe de serviços de consultoria da Ellevest, plataforma financeira norte-americana.

A ideia de Rachel é que as despesas fixas (como contas e dívidas) precisam ser respeitadas, então o que pode ser mudado são os gastos flexíveis.

Além disso, para poder pagar tudo isso sem sofrer perdas, todos precisam chegar ao chamado número único.

O que eu preciso saber sobre o orçamento do número único?

Antes de iniciar o cálculo, você precisa avaliar sua renda mensal e entender suas despesas fixas e variáveis.

A renda mensal é o dinheiro que entra em sua conta todos os meses. Se você tem um emprego CLT, considere o seu salário líquido, ou seja, já foram descontados os descontos. Se você é autônomo ou trabalhador informal, considere a média dos últimos 12 meses para ter uma ideia.

Taxas fixas são todas as contas que você pode prever e que não mudam muito de mês para mês.

Nesta categoria, você pode incluir tudo, desde despesas consideradas essenciais (como aluguel, água, eletricidade e alimentação) até assinaturas recorrentes (como planos de condicionamento físico ou serviços de streaming).

mathieu stern 1zO4O3Z0UJA unsplash 1 Abordagem do número único: o que é esse tipo de orçamento?

Se você tiver uma hipoteca ou economizar dinheiro para reservas de emergência, ou liquidação de dívidas todos os meses, inclua essas despesas nas despesas fixas.

Despesas variáveis ​​são compras diárias. Você sabe quando sair de casa para resolver alguns problemas na rua e aproveitar para parar na papelaria? Ou em casa, quando tem preguiça de cozinhar e decide pedir pizza?

Portanto: Despesas variáveis ​​são aquelas que não são planejadas porque nem sempre acontecem e exigem uma decisão.

E como é o cálculo para chegar nesse tal número único?

O cálculo é muito simples:

Anote sua renda mensal;

Menos todos os custos fixos;

Divida o resultado por 4,3, o número médio de semanas em um mês; prepare-se!

O resultado obtido é o seu número da semana.

Na prática, uma pessoa com um salário líquido de R$ 3.000 e uma taxa fixa de R$ 2.300 pode calcular seu número único da seguinte forma:

Renda mensal: 3.000 reais

Taxa fixa: 2300 reais

Agora, basta subtrair a taxa fixa de sua renda mensal.

É assim: R$ 3.000 – R$ 2.300 = R$ 700 (dinheiro disponível para taxas variáveis).

Depois, basta dividir esse valor pela média de semanas do mês (4,3, lembra?): 700 reais ÷ 4,3 = 162,79 reais.

Em outras palavras: para essa pessoa do exemplo, 162,79 reais é o valor total que ela pode gastar com despesas variáveis ​​a cada semana.

Isso facilita a tomada de decisões e o controle de orçamentos.

Será que vai funcionar pra mim?

Como acontece com qualquer modelo de orçamento, a resposta é: depende. Existem diferentes métodos e diferentes cortes, todos têm suas vantagens e desvantagens.

Vale lembrar que a renda média mensal do trabalhador brasileiro é de 2.532 reais, e o salário de uma pessoa muitas vezes é suficiente para alimentar toda a família. Portanto, há pouco ou nenhum uso para despesas variáveis, ou não essenciais.

No caso da lei nº 1, esse orçamento ajuda principalmente as pessoas com dificuldade em controlar seus fundos diários. Às vezes, são despesas menores ou ocasionais que afetam o orçamento familiar total. Portanto, um modelo como esse é viável porque as restrições que ele impõe nem sempre são óbvias quando decidimos se pagaremos.

Em qualquer caso, não existe uma resposta correta. Vale a pena testar diferentes modelos até encontrar aquele que melhor se adapta a você, pois quanto mais você souber sobre dinheiro, melhor será sua decisão sobre como usá-lo.

É importante lembrar que um único número não significa que todas as taxas possam ser utilizadas gratuitamente: ter um valor utilizável todas as semanas é uma possibilidade, não uma obrigação.

Contanto que você possa economizar um pouco de dinheiro, opte por economizar dinheiro para investir em um objetivo maior.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
O cartão Mastercard Platinum é um dos mais completos do Brasil. Confira os benefícios e veja se ele é uma opção para seu perfil!...
Descubra os 7 passos para implantar o que é Customer Success na sua empresa, a melhor estratégia de vendas e atendimento focadas na satisfação...
Será que o cartão de crédito Digio é uma boa opção para você? Confira agora a avaliação completa sobre ele....

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

Categorias Populares

Calculadora

Geradores

Bancos

Documento

Bitcoin

Tecnologia

Beneficios

Governo